Diocese Anglicana de Pelotas

Reflexões: Lições de Vida PDF Imprimir E-mail
Escrito por Dom Renato Raatz   
Ter, 05 de Março de 2013 10:28

 

Lições da vida

Ministro Leigo José Ubirajara Mello - Catedral do Redentor

Todos os dias recebemos ajuda das mais variadas formas e maneiras para que possamos nos melhorar e crescer como pessoas, como imagem de Deus que somos, mesmo vivendo em dias conturbados e cheios de pressa.

O que a vida nos solicita é que estejamos atentos e ocupados com nosso crescer, com nossa melhora como seres espirituais que somos.

No Livro de Êxodo, no seu capítulo 3, podemos ler que Deus se apresenta a Moisés lhe chamando e ensinando - "Tire as sandálias dos pés, porque o lugar onde você está pisando é um lugar sagrado". E depois, durante a conversação, quando Moisés expressa sua ânsia de saber o o nome de Deus, este simplesmente diz: "Eu sou aquele que sou".

Grandes lições que servem perfeitamente para nossos dias e para nossa vida. Primeiro, seria bom entender que o aquilo tudo que recebemos por Dom e Graça de Deus a cada dia, é sagrado e deve assim ser entendido. Quantas vezes não é relevante e muito menos sagrado o lugar que ocupamos, o momento que vivemos, o ser que interage conosco?

Quantas vezes não observamos que a luz do sol, o vento que toca nossa face, a água que acaricia nossas mãos são elementos sagrados a nossa inteira disposição.

No tempo de Moisés o nome indicava quem e como era a pessoa detentora daquele nome. "Eu sou aquele que sou" diz, para nosso pequeno entendimento, quem é Deus. Ele é o existente e a fonte da existência de todos os seres. Seu nome significa que Ele é um mistério e só pode ser visto por meio do ser humano, sua imagem.

Deus chama o ser humano na vida cotidiana, desde que este se disponha a ir um pouco além da rotina diária. E é importante entender que somente estando diante de Deus, o ser humano poderá encontrar sua própria identidade.

Deixa teus pés tocarem o pó de onde vieste, para que saibas que tua grandeza vem de Deus e não de ti mesmo.

Todos nós estamos em busca deste companheirismo de Deus, justamente essa qualidade difícil de se encontrar numa época em que o individualismo predomina. O problema é que o mundo moderno desaprendeu o "estar com alguém" e, em seu lugar, exerce uma busca de independência nas relações, para mascarar a forte necessidade de vencer a solidão. Todos temos a oportunidade de sacralizar os momentos e os lugares que estamos e entender que Deus se faz presente em cada um ser vivente, mas corremos para o comum, o fugaz, o rápido. Precisamos reparar no sagrado e na permanência de Deus como verdadeiro companheiro de jornada, presente nos bons e nos maus momento de nossas vidas. A vida verdadeira espera que sejamos atentos e cuidadosos.

 

AddThis Social Bookmark Button
 
Twitter Dapsul Youtube Dapsul

Diocese Anglicana de Pelotas

diocese@dapsul.com.br

53 3222.5679

Sinope Desenvolvimento Digital